Read Aparição by Vergílio Ferreira Free Online


Ebook Aparição by Vergílio Ferreira read! Book Title: Aparição
The author of the book: Vergílio Ferreira
Language: English
Format files: PDF
The size of the: 24.21 MB
Edition: Verbo
Date of issue: 1971
ISBN: No data
ISBN 13: No data

Read full description of the books Aparição:


- Capela dos Ossos, Évora

"A vida real não eram as leis dos outros e a sua sanção e o seu teimoso estabelecimento de uma comunidade para o furor de uma plenitude solitária. O absoluto da vida, a resposta fechada para o seu fechado desafio só podia revelar-se e executar-se na união total com nós mesmos, com as forças derradeiras que nos trazem de pé e são nós e exigem realizar-se até ao esgotamento."


Eu estava numa espécie de crise (em que geralmente me encontro). Não me apetecia ler nada. Não tinha tempo para ler nada. Uma enorme apatia, que porventura se reconduz ao facto de o Natal ser uma época do ano difícil para mim. Nunca senti grande gosto pelo Natal. Nem quando era criança e recebia presentes. Por isso, o que fiz foi, na semana passada, assim sem pensar muito nisso, ir à biblioteca municipal buscar um livro. Entrei. Não pensei sequer no que ia buscar. Vi as dezenas de jovens que lá se encontravam a estudar, lembrei-me do meu passado muito recente, das férias de Natal que também passei a estudar. Lembrei-me daquele desespero dos exames com quase alegria por já não estar sentada naquelas cadeiras. Dirigi-me à secção de literatura portuguesa. Procurei a Aparição do Vergílio Ferreira. Passei os olhos pelas estantes. Não me apetecia ler a tensão do Lobo Antunes, a falta de nexo; não me apetecia ler a ironia, que tanto gosto me dá, do Eça; enfim, apetecia-me ler outra coisa. E de facto, o que eu andava à procura, mesmo sem saber, era disto...


A capa deste livro é amarela. Como as fachadas dos prédios de Évora. Como a luz do sol em Évora. Onde o livro se passa. Na Páscoa deste ano fiz o mesmo que o Alberto, o "doutor" Alberto. Eu, recém munida do meu canudo, e de luto, fiz-me à estrada. Por aí abaixo. Queria ver o país, foi o que pensei. Vi o país, vi Aveiro, vi Sintra, vi Lisboa ao longe, vi Alcobaça, vi e vi. Atravessei a ponte Salgueiro Maia, em direção ao Alentejo. Nunca lá tinha ido. De repente era um país novo... Ainda tinha na minha mente as palavras que lera no Portugal do Miguel Torga, que propositadamente lera antes de sair de casa. Cheguei a Évora. Foi para mim, amor à primeira olhada. Senti que havia naquela cidade um desfecho ao que eu já vinha a viver ao longo de tantos anos. Recordo cada minuto que passei em Évora. Do calor que se fazia sentir, era a primeira vez que sentia calor em 2015. Passeei-me pelas ruas de Évora, como fez o Alberto, o professor. Vi-as outra vez esta tarde, quando de rajada virei página a página deste livro. Que livro lindíssimo! Bonito como o amarelo das ruas de Évora. Como os hectares da terra primaveril do Alentejo.

Do provincianismo,
Nas descrições e sinopses, teima em aparecer a designação "provincianismo". Quase como se o modo de vida a que uns ditos intelectuais apelidam de provincianismo fosse uma forma de viver "de segunda". Eu não vi provincianismo em nenhuma destas vidas deste livro. Aliás, também não vejo provincianismo nos livros do Eça. Que este livro me fez lembrar. Vejo vidas. Não vejo vidas provincianas. A complexidade da vida encontra-se nestas vidas que o Vergílio Ferreira descreveu. As vidas não são menos ou mais complexas em função do lugar onde vivem.

Ler este livro foi para mim um encantamento. Li com carinho todos os episódios, desde o do cão; à morte do pai, às contendas dos irmãos, as problemáticas irmãs, etc. Fico contente por terminar 2015 com a leitura de um livro que me fez lembrar a semana mais feliz que tive este ano.

Read Ebooks by Vergílio Ferreira



Read information about the author

Ebook Aparição read Online! VERGÍLIO FERREIRA nasceu em Gouveia, a 28 de Janeiro de 1916. Seminarista no Fundão, licenciou-se depois em Filologia Clássica na Universidade de Coimbra e foi prof. liceal em Faro, Bragança, Évora e Lisboa (desde 1959). Ficcionista e pensador, estreou-se com o romance O Caminho Fica Longe (1943) e o ensaio Sobre o Humanismo de Eça de Queirós (1943). Escritor dos mais representativos das letras portuguesas da segunda metade do séc. XX, a sua vivência fechou-se no labirinto do existencialismo sartreano. Entre as suas obras destacam-se: Manhã Submersa (1954), adaptado ao cinema por Lauro António e vencedor do Prémio Femina para o melhor livro traduzido em França em 1990, Aparição (1959, Prémio Camilo Castelo Branco), Cântico Final (1960), Alegria Breve (1965, Prémio da Casa da Imprensa), Nítido Nulo (1971), Rápida a Sombra (1974), Signo Sinal (1979), Para Sempre (1983, Prémio Literário Município de Lisboa), Espaço do Invisível (1965-87), em quatro vols., Até ao Fim (1987, Grande Prémio de Novela e Romance da APE), Em Nome da Terra (1990), Na Tua Face (1993, Grande Prémio de Novela e Romance da APE). De assinalar são também o diário publicado a partir de 1981 (Conta Corrente) e o vol. de ensaios Arte Tempo (1988). Em 1991 ganha o Prémio Europália, pelo conjunto da sua obra, e em 1992 é-lhe atribuído o Prémio Camões. Foi condecorado pela Presidência da República com o Grande-Oficialato da Ordem de Sant’Iago da Espada, em 1979 e, em 1985, foi nomeado para o Prémio Nobel da Literatura. Faleceu em Lisboa, a 1 de Março de 1996.


Ebooks PDF Epub



Add a comment to Aparição




Read EBOOK Aparição by Vergílio Ferreira Online free

Download PDF: apario.pdf Aparição PDF